QUEM NÃO CONTRIBUI NÃO TEM DIREITOS

14/12/2020 às 16h50. Foto: Getty ImagesOJO Images RF

Em decisão do Ministério Público do Trabalho do Rio de Janeiro, datada de julho de 2018, ficou indeferido pedido de instauração de inquérito contra o Sindicato da Indústria da Construção Civil do Estado do Rio de Janeiro (Sinduscon Rio).

Naquele ano, a denúncia teve como base o fato de que "o sindicato só dará direito ao vale refeição e vale alimentação a quem aderir a contribuição sindical".

A procuradora do trabalho, Heloise Ingersoll Sá, arquivou o pedido de abertura de inquérito e ressaltou que a nova Lei 13.467/2017 não alterou o artigo 513 da CLT, no qual lê-se que cabe aos sindicatos a prerrogativa de impor contribuições a todos aqueles que participarem de determinada categoria.

O documento ainda diz que "o fornecimento de 'cesta básica' e 'vale refeição', por não decorrerem de obrigação com previsão legal, dependem de previsão expressa em instrumento coletivo de trabalho. Ou seja, dependem da atuação do sindicato ao qual o denunciante não tem interesse em filiar-se ou contribuir financeiramente".

O Sindicato dos Enfermeiros do Pará (Senpa) ressalta que mesmo sendo uma decisão no Rio de Janeiro, serve como referência para outros estados, pois com a reforma administrativa de 2017 os sindicatos podem seguir esta decisão. Leia a decisão do MPT RJ. 

O Sindicato dos Enfermeiros do Pará (Pará) ressalta a importância da filiação para a garantia dos direitos trabalhistas da categoria. Solicite a ficha pelo e-mail juridico@senpa.org.br, ou pelo Whatsapp da presidente Antonia Trindade no (91) 98890-0590 de segunda à sexta-feira, das 07h30 às 17h, em dias úteis. Acompanhe nossas redes sociais no endereço @senpacomunica no Facebook, Instagram e Twitter, além do site www.senpa.org.br.

Conteúdos relacionados.

Agenda
FIQUE ATENTO! Assembleias Gerais para os Dissídios Coletivos 2020/2021 ocorrerão a partir do dia 16/12/2019

Tendo em vista a necessidade de observância do quórum legal para a propositura de Dissídio Coletivo perante a Justiça do Trabalho (TRT/8ª Região), o Senpa iniciará, a partir do dia 16/12/2019, a convocação da categoria para o comparecimento em Assembleia Geral.

As Assembleias, que terão como pauta principal a discussão e elaboração da pauta de reivindicações da categoria para o biênio 2020/2021, ocorrerão nas seguintes datas: 16/12/2019, 23/12/2019 e 30/12/2019, a partir das 8h, em primeira convocação.

Confira e divulgue a cópia do edital: Edital - Negociação Coletiva.pdf

A sua participação é indispensável para viabilizar a atuação do sindicato em defesa da categoria, seja mediante negociação administrativa ou judicial.

Em caso de dúvida e/ou esclarecimento, entre em contato através do telefone (91) 98890-0590 (WhatsApp da Presidente) ou e-mail juridico@senpa.org.br.

SEDE ADMINISTRATIVA ESTADUAL

Rua Santo Antonio, 316 Edifício Américo Nicolau da Costa, sala 201/202, entre Avenida Presidente Vargas e Travessa 1º de Março - Bairro: Campina - CEP: 66010-105 - Belém - Pará

SEDE SOCIAL

Rodovia Augusto Meira Filho, 7020 - Km 05 PA 391 (Estrada de Mosqueiro) CEP: 68795-000 - Benevides - Pará

HORÁRIO DE FUNCIONAMENTO DO SENPA

De segunda a quinta-feira das 08h as 17h30.
sexta-feira de 08h as 16h30.

CONTATOS E HORÁRIO DE FUNCIONAMENTO DO SENPA
DE SEGUNDA A QUINTA-FEIRA DAS 08H AS 17H (SEM INTERVALO)
SEXTA-FEIRA DE 08H AS 16H (SEM INTERVALO).
+55 (91) 98890.0590
Falar com a Presidente Antonia Trindade.
Dias uteis horário comercial
E-MAIL GERAL:
senpa@senpa.or.br
+ 55 (91) 99969.9354
juridico@senpa.org.br
fone (91) 3242.5224
+ 55 (91) 99915.1333
financeiro@senpa.org.br
fone/fax (91) 3242.5022