RETROCESSO NA SAÚDE DE PIRABAS
Após várias reuniões desde o ano passado na mesa de negociação com o prefeito de Pirabas, região Nordeste do Estado, o prefeito pública um decreto responsabilizando a sua má gestão no SUS  e o déficit na área da saúde por culpa dos enfermeiros. Um absurdo, sem responsabilidade e sem privas,  isto tudo por que o mesmo não cumpriu o seu próprio decreto anterior revogado por este último   decreto.O decreto  anterior reduzia de 40h para 30h para os profissionais da Enfermagem em decorrência de que desde 2006, há 13 anos, os enfermeiros não recebem aumento e uma maneira de suprir essa deficiência em parte era essa redução, até que a câmara municipal dos vereadores votassem o PL das 30h proposto.

Essa atitude, sem diálogo com o sindicato, com os enfermeiros e a sociedade, só reforça o entendimento da postura autoritária do prefeito de Pirabas, uma vez que, a decisão de revogação do decreto, retornando a carga horária para 40h semanais ,  tratando os enfermeiros com total desrespeito e preconceito. Ainda vale lembrar que o atual Secretário Municipal de Saúde é enfermeiro, que está contribuindo com todo esse retrocesso.

Na reunião desta quarta-feira (21/08/2019), a presidente do sindicato dos enfermeiros Dra Antônia Trindade e assessoria jurídica do senpa  solicitaram que o prefeito apresentasse tecnicamente um estudo de impacto financeiro relacionado a redução da carga horária  e os prejuízos causados pela categoria

Sem provas sobre o "tal" prejuízo por conta do decreto das 30h , o prefeito na reunião demonstrou o seu total despreparo político, sem conhecer as legislação Nacional é a própria legislação Municipal, onde questionou os 15% que e.obrigado repassar ao SUS, o que o senpa questionou desde a reunião passada ocorrida há 21 dias , que não apresentaram

 A Dra. Antonia já acionou todo o corpo jurídico do sindicato para  providenciar as ações em defesa dos enfermeiros do município de Pirabas, inclusive com a possível greve que já foi aprovada e estando os enfermeiros em ato continuo em assembleia geral, assim como por danos morais causada a categoria constante no decreto do mesmo A próxima reunião acontecerá no dia 25 de Setembro, e desde já convoca aos enfermeiros para esta luta, e caso o prefeito não não revoge até lá o referido decreto  a greve será decretada e ações na justiça serão impretadas

Paramaiores informações ligue diretamente para a presidente para o n° 91 9889-0059 ou mande um e-mail para senpa@senpa.org.br, informamos também que todas as segundas-feiras acontecem o atendimento jurídico e o Contábil.

Conteúdos relacionados.

Agenda

SEDE ADMINISTRATIVA ESTADUAL

Rua Santo Antonio, 316 Edifício Américo Nicolau da Costa, sala 201/202, entre Avenida Presidente Vargas e Travessa 1º de Março - Bairro: Campina - CEP: 66010-105 - Belém - Pará

SEDE SOCIAL

Rodovia Augusto Meira Filho, 7020 - Km 05 PA 391 (Estrada de Mosqueiro) CEP: 68795-000 - Benevides - Pará

HORÁRIO DE FUNCIONAMENTO DO SENPA

De segunda a quinta-feira das 08h as 17h30.
sexta-feira de 08h as 16h30.

Contatos:
+55 (91) 98890.0590
sspresidencia@senpa.org.br
Atendimento nos dias úteis no horário comercial.
(91) 3242.5224
senpa@senpa.org.br
(91) 3222.8245 / 99969.9354
juridico@senpa.org.br
+ 55 (91) 99915.1333
financeiro@senpa.org.br
fone/fax (91) 3242.5022